Games em Educação

MATTAR, João. Games em educação: como os nativos digitais aprendem. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2010.

Você já pensou em ensinar história com um game como o Age of Empires? E geografia com Carmen San Diego? Aliás, você usa games na educação? Se você já chegou nessa fase, este livro é uma excelente oportunidade de aprofundar seu conhecimento sobre o assunto. Se não, o que está esperando para ler Games em educação? Aperte o start! Comece!
Com esta obra de João Mattar, você vai aprender a aproveitar os recursos de vários jogos em benefício do processo de ensino/aprendizagem. Além disso, vai conhecer o estilo de aprendizagem dos nativos digitais e descobrir como utilizar e criar games educacionais.
Destinado a professores e gestores das mais diversas áreas, bem como a profissionais envolvidos com ensino corporativo, este livro deixa claro que, quando o assunto é educação, não há game over.

Fotos do Coquetel do lançamento do livro durante o CIAED – Fortaleza – 09/2009:

[photopress:pearson7b.JPG,full,vazio]

Sumário

Prefácio (David Gibson)
Introdução
Parte I: Conceitos e teorias
1. Estilos de aprendizagem dos nativos digitais
2. O uso de games em educação
3. Novo design instrucional para os nativos digitais
Parte II: Games na prática
4: Design e produção de games educacionais
5. Experiências no exterior
6. O cenário no Brasil
Considerações finais
Apêndice 1: Aprendendo matemática com Yu-Gi-Oh! para PS2
Apêndice 2: Second Life e educação
Referências
Índice remissivo
Sobre o autor

Cf. resenha de Cristina M. Pescador.

Jogo permite que aluno assuma papel de jornalista; veja lista de jogos brasileiros faz referência ao livro.

Onde comprar?

Pearson

Martins Fontes

MC Livros

Livraria Cultura

Cia dos Livros

Relativa.com.br

LivrosDePedagogia.com.br

BestBooks

Admlivraria

Submarino

Livraria Galileu

Portal de Livros

2AB

ComprarLivros

LivrosUrgentes

Americanas.com

FacebookTwitterGoogle+Compartilhar

83 respostas a Games em Educação

  1. Excelenteeeeeeeeee! Recomendadíssimo! Obrigado mestre por esta excelente contribuição!

  2. João Mattar disse:

    Jorge, tenho certeza de que você vai gostar também do meu “Filosofia da Computação e da Informação”, que acabou de sair também:
    http://blog.joaomattar.com/filosofia-da-computacao-e-da-informacao/

  3. Pingback: De Mattar » Blog Archive » Games em Educação & Filosofia da Computação e da Informação

  4. Pingback: De Mattar » Blog Archive » Uso do Moodle Integrado a Outras Ferramentas da Web 2.0 em um Curso Livre sobre Educação a Distância

  5. Pingback: De Mattar » Blog Archive » III Simpósio Virtual de EaD

  6. Pingback: De Mattar » Blog Archive » Atualizando algumas informações sobre o uso do Second Life em educação

  7. Fernando Cassola Marques disse:

    Como investigador a fazer uma tese de mestrado sobre o uso do Second Life no Ensino da Religião, naturalmente que o conteúdo do seu livro me interessa bastante. Assim, pretendia saber como é que consigo adquirir o seu livro em Portugal. Muito obrigado e vá falando sobre o potencial do Second Life na educação, que eu agradeço imenso. Gosto das suas reflexões.

  8. João Mattar disse:

    Fernando, você precisa entrar em contato com a editora Pearson para ver como consegue receber o livro aí, sem o custo excessivo do frete, que é o maior problema. De qualquer maneira, vamos conversando por aqui e sua dissertação de mestrado me interessa muito, vá nos colocando a par dos progressos.

  9. Antes de mais, muito obrigado Professor João Mattar, já agora, abusando um pouco da sua confiança, por acaso não tem uma lista de livros que me sugira dentro do âmbito da minha investigação (Second Life e educação)? Grato pela atenção e cuidado.

  10. João Mattar disse:

    Fernando, imagino que você conheça o meu “Second Life e Web 2.0 na educação: o potencial revolucionário das novas tecnologias)”, publicado no final de 2007. Neste livro de games, há um apêndice, “Second Life e Educação”, que faz uma atualização de informações e bibliografia desde então. Acabou de sair (mas ainda não recebi) o livro:
    “Higher Education in Virtual Worlds: Teaching and Learning in Second Life” (dê uma olhada na Amazon). Com certeza há muitas outras coisas, mas você também encontrará muitas fontes importantes online, como artigos e ebooks. Dê uma olhada aqui no blog na categoria Second Life, há muitos links interessantes. Amanhã, aliás, libero um artigo que estou terminando em inglês. Vamos conversando.

  11. Pingback: De Mattar » Blog Archive » O Design de Interação na Integração de Ambientes Virtuais de Aprendizagem 3D e 2D

  12. Pingback: De Mattar » Blog Archive » Games em Educação: como os nativos digitais aprendem - Prefácio (David Gibson)

  13. Pingback: De Mattar » Blog Archive » Por que você não pode perder o VWBPE?

  14. Pingback: De Mattar » Blog Archive » O Second Life morreu? (a velha questão que não morre…)

  15. Pingback: De Mattar » Blog Archive » Tecnologias Aplicadas à Educação - Colégio Progresso - 2010

  16. Pingback: De Mattar » Blog Archive » Aula 01 (31/03) - Games em Educação no SL

  17. Pingback: De Mattar » Blog Archive » Aula 02 (07/04) - Games em Educação no SL

  18. Estou desenvolvendo jogos educativos para o site http://www.escolagames.com.br
    Para conhecer mais sobre jogos e educação fui atrás de livros sobre o assunto, eu sabia que não iria encontrar muita coisa em português porém fui surpreendido com a qualidade do livro GAMES EM EDUCAÇÃO.
    Além de ser muito bem escrito conta com várias referencias sobre projetos de ponta no Brasil e também no exterior.
    Parabéns pelo trabalho!

  19. João Mattar disse:

    Leopoldo, muito obrigado por seus comentários. Procurei, além de mostrar projetos interessantes, discutir a teoria sobre o uso de games em educação. Gostaria de acompanhar o seu trabalho, vá me informando. [ ]s

  20. Pingback: De Mattar » Blog Archive » Aula 03 (14/04) - Games em Educação no SL

  21. Pingback: De Mattar » Blog Archive » Bibliografia EaD

  22. Pingback: De Mattar » Blog Archive » Aulas 04 (28/04), 05 (05/05) & 06 (12/05) - Games em Educação no SL

  23. Pingback: De Mattar » Blog Archive » + Games em Educação

  24. Pingback: De Mattar » Blog Archive » Aulas 07 (19/05) Games em Educação no SL

  25. Pingback: De Mattar » Blog Archive » Show+ 15/10 19:30

  26. Jurandir Rafael disse:

    Livro excelente. De grande importância para quem trabalha com EaD, desmistifica a idéia de que o jovens “perdem tempo” ao jogar, pelo contrário, contribuem para o aprendizado e etc. Como exemplo cito dois jogos interessantes: God of War ( Mitologia Grega ) e Medal of Honor ( História Segunda Guerra Mundial ).

  27. Pingback: De Mattar » Blog Archive » Congresso PeopleNET in Education

  28. solange disse:

    ministrando a materia com um novo recurso de ensino” games”…. torna a aula diferenciada, atrativa pois mostramos que o ensino poderá ser prazeroso tanto quanto um jogo virtual

  29. Fatima Rubira disse:

    Olá Professor João Mattar,

    Sou aluna do Curso de Metodologias e Gestão em EAD da Anhanguera Uniderp. Gostei muito das aulas iniciais e em especial, do uso de games na educação. Como não sou uma nativa digital, vou comprar o seu livro para me aprofundar no assunto, pois acho que realmente o uso desse recurso é para um futuro muito próximo.Basta olhar para minha filha de cinco anos. Parabéns pela produção e contribuição com suas publicações.
    Abraço,

    Fatima Rubira

  30. Olá professor João Mattar,

    Sou professora da Faculdade Anhanguera de Brasília.
    Estou fazendo curso de pós graduação em Metodologia e Gestão de Educação à Distância.
    No curso vi um vídeo seu sobre games que você fala da importância do uso das redes sociais na educação, mas explicita um entrave neste uso na atualidade mostrando que as pessoas associam redes sociais a diversão e não sala de aula. Devido a isso é difícil conseguir uma adesão significativa à educação com estas redes. O que podemos fazer para reverter esta situação?

    Abraços,

    Júlio Bitencourt

  31. João Mattar disse:

    Júlio, é um desafio interessante: mostrarmos para os alunos que os mesmos ambientes que ele frequentam para se divertir pode servir para a educação. É justamente um movimento contrário àquele que separa educação e diversão. Processos de formação contínua de professores no uso de tecnologias são essenciais para isso.

  32. Os alunos de hoje são bastante diferentes dos alunos de décadas atrás, principalmente pelo fato da facilidade de obtenção de informações. A internet, com seu conteúdo vastíssimo, incutiu nos alunos o desejo de conhecer. Entramos efetivamente na era da heutagogia onde o aluno não necessita ser um expert para aprender, apenas precisa desejar aprender, se tornando um autodidata naquilo que deseja conhecer. O conhecimento passou a ser construído por eles que deixaram de ser receptáculos de informações para construtores de seus próprios edifícios de conhecimentos, obviamente, cada um aplicando seu designer estrutural do saber.

    Abraços,

    Júlio Bitencourt

  33. patricia disse:

    Boa noite, Prof. Mattar.
    Sou aluna do curso de Metodologia e Gestao EaD, Pirassununga.
    Estou cada dia mais facinada com o mundo novo que se abre para repensar as metodologias de ensino. Não tem como ignorar que precisamos investir cada dia mais nas técnicas que provocam a interação dos alunos. Parabéns por este trabalho.
    Abraço

  34. Iraci V. Zorzenon disse:

    Olá professor João Mattar,

    Sou aluna do curso de Metodologia e Gestão EaD.
    Na segunda aula, vi seu vídeo sobre games e achei muito interessante sua colocação.
    Sou professora em uma escola de Educação Especial e trabalho com games, mas após a aula, passei a olhar os games de forma envolvente e fascinante.
    Cheguei a conclusão que os alunos aprendem motivados, se envolvem dentro da Educação e aprendem regras. Os games ajudam na atenção e concentração. pretendo ler seu livro e aprofundar meu conhecimento.
    Parabéns pelo trabalho!

  35. João Mattar disse:

    Iraci, realmente é possível integrar os games (e os princípios do design de games) à educação de maneira muito interessante.

  36. Ivanete Chaves Sbruzzi disse:

    Olá Prof João Mattar,

    Sou aluna do curso de Metodologia e Gestão EaD da faculdade Anhanguera de Taubaté e no inicio tive dificuldades e até mesmo uma certa resistência neste curso a distância. Mas no decorrer das aulas, o interesse foi aumentando e estou fascinada pela inserção dos Games no ensino para enriquecer a aprendizagem. Parabéns Prof por nos passar esse tema de um modo tão simples.

  37. Jeferson Taborda disse:

    Boa tarde professor Mattar.
    Somente alguns anos depois de ter concluído o ensino médio percebi que a dissociação aprendizegem-prazer se trata de uma grande mentira no campo da educação.
    De fato, sendo um “nativo digital” percebi apenas já adulto que aqueles “joguinhos” tão divertidos de minha infância e adolescência em muito contribuiram para minha aprendizagem.
    Inglês, geografia, história e outras disciplinas onde meu aprendizado foi mais significativo por meio dos games, são possíveis sim, desde que vontade política e mais e mais investimentos na educação sejam realidade e não apenas promessas…
    Abraços.

  38. Renata Nates disse:

    Acredito que o uso de games para auxiliar na aprendizagem é um ótimo metodo para apriorar a educação a distância, e o melhor e poder aprender através de um entreterimento, com mais motivação e diversão também.

  39. Janaine Cristiane de Souza Arantes disse:

    Olá Prof. Mattar,
    Eu sou aluna de “Metodologias e Gestão para Educação a Distância” na Faculdade Anhanguera de Valinhos, e confesso que, no início, hesitei em fazer a minha inscrição nesse curso. Mas, com o decorrer das aulas, a minha opinião mudou e estou muito interessada em adquirir conhecimentos nessa nova modalidade de ensino, que a cada dia proporciona a capacitação profissional de um maior número de pessoas.
    Eu gostei muito do seu vídeo sobre a utilização de games em educação e acho que eles trazem um ganho significativo de qualidade ao processo de ensino e aprendizagem.
    Parabéns pelo trabalho!

  40. Jarbas Cordeiro disse:

    Sou professora da Escola Técnica de Brasília, Formador e Tutor no CE@D do Projeto
    E-Tec Brasil e Tutor em Gerência de Projetos na Faculdade Anhanguera, para as Unidades de Pirassununga, Taubaté, Jundiaí, Matão e Sorocaba.
    Durante este tempo na tutora de EaD, já passei por algumas “sai justa”, por está ainda iniciando na área.
    Estou realizando uma pós graduação em Metodologia e Gestão de Educação à Distância, também na Anhanguera e logo na primeira aula tive a oportunidade de ter nos referenciais as Bibliografias de Mattar.
    Durante este mês tenho feito muitas pesquisas e todas elas me levam ou para um livro, ou para um filme ou para as apresentações de Mattar.
    Ao ver a apresentação, em Powerpoint postado no Scrib, percebi a importância dos tutores terem conhecimentos sobre o uso de games e das redes sociais na educação.
    Sabemos que os alunos ainda não estão preparados para esta nova geração da informação, por ainda fazerem associação das redes sociais como apenas um local para publicar fotografias e contatos com o seu grupo de afinidade, esquecendo que esta ferramenta se utilizada em um AVA trará significativos benefícios para a turma. Algumas Instituições, percebendo a força deste tipo de comunicação, já vêm adotando o Facebook como uma ferramenta na produção do conhecimento. Este livro vem de uma forma bem clara, fazer com que possamos discutir a teoria sobre o uso de games em educação para encontrarmos uma forma de inserir as redes sociais e os games nas nossas atividades pedagógicas.

  41. Renato disse:

    Interessante essa tensão entre os usos “sérios” e os “divertidos” de jogos e redes sociais, sempre me lembra a proposta de Hard Fun do Papert.

    http://www.papert.org/articles/HardFun.html

  42. Elenice Alves da Silva disse:

    Boa noite prof. João Mattar,
    Como muitos que postaram comentários nesta página, também sou aluna do curso de pós-graduação em Metodologia e Gestão em EAD – Jacarei/SP. Adorei a sua aula e tenho me interessado cada vez mais pelo assunto EAD.
    Obrigada pela sua contribuição .

  43. Maria da Conceição Costa disse:

    Bom dia, Profº João Mattar,
    Sempre gostei de utilizar a internet para estudar, já fiz alguns cursos de extensão, mas Pós-graduação é a primeira vez. Sabia que iria gostar do Curso de Metodologia e Gestão em EaD, mas confesso que fui surpreendida. Adorei a sua aula e a atividade avaliativa de utilizar os blogs como fonte de pesquisa. Essa atividade tem acrescentado muito para o meu desenvolvimento pessoal e profissional. Nunca utilizei as redes sociais para estudar, hoje vejo que é possível e estou levanto essa descoberta para sala de aula. Achei bastante interessante saber que posso utilizar também os games para ensinar aos meus alunos, já havia utilizado o Tangram, (que é um jogo) e aula foi sucesso. Os alunos realmente gostam de atividades com jogos, quando se sente desafiados acabam dedicando-se mais.
    Essa é minha percepção.

    Conceição Costa

  44. Camila do Vau disse:

    Olá!

    Muito legal a EaD trouxe comodidade e agora com essa idéia do game traz diversão, acredito que aprender dessa forma é muito mais interessante.

  45. Ana Paula Kirchhof disse:

    Olá Prof Mattar!
    Sou fisioterapeuta, aluna do curso de Metodologias e educação a distância da Universidade Anhanguera. Depois de ler este artigo, lembrei que podemos usar jogos também na saúde!!!! Aí vai o link…
    http://www.youtube.com/watch?v=MNM4udZXMMo&feature=related
    É a tecnologia a nosso favor!
    Um abraço!!!!!!!!!!!!!!!!

  46. Jociel Denardi disse:

    Achei bastante interessante as propostas de games na educação. Acredito que ainda ha uma grande barreira a ser rompida pelas escolas, pois ainda existem deficiências de recursos computacionais e também muitos professores despreparados para utilizar estas novas tecnologias.
    Não tenho dúvidas que esta nova geração de estudantes se sentirão muito mais estimulados a estudarem se tiverem estes novos desafios.

  47. Roberta Corrêa disse:

    Olá prof. João Mattar,

    Sou aluna da pós graduação em Metodologia e gestão em educação a distância, Anhanguera Pelotas e achei muito interessante a ideia da utilização de games na educação, inclusive esses dias eu vi um vídeo sobre a influência da música nos jogos do Super Mario, como determinadas melodias causam diversas emoções no jogador, estimulando-o no ambiente de acordo com as fases do jogo. Fiquei pensando em todo o trabalho e pesquisa por trás da elaboração dos games. Imagina que ótima a ideia de associar esse estímulo ao processo de aprendizagem, aprender não seria visto como algo sem graça pelo estudante e, sim, por algo motivador, estimulante e prazeroso.

  48. adviniWen disse:

    Cães, gatos , hamsters , peixes , papagaios – que você prefere? Ou talvez o que os animais exóticos – cobras, crocodilos , lagartos , macacos ?

  49. Willians disse:

    Olá, pessoal. Alguém poderia indicar alguma instituição que possua algum programa que misturasse games e educação? Já sou formado em design gráfico. Tenho preferência por países que falem o inglês.

    Grato!

  50. Maria da Conceição de S R A Dalmeida Mariaribeiros disse:

    Boa noite professor, Sou aluna da pós graduação em Metodologia e gestão em educação a distância, Anhanguera Valparaiso-GO, e achei muito interessante a ideia da utilização de games na educação, pois, com a ajuda dos games nos tornamos estratégicos, líderes, ao escolher personagens melhores, mais fortes, mais habilidosos, cujas características irão trazer vantagens, tornando-se melhores através da aprendizagem baseada em games”.
    obrigada, seus ensinamentos tem sido muito eficaz para mim.

  51. Pingback: Instituto Ayrton Senna» Arquivo do Blog

  52. José Leandro disse:

    Olá Professor,
    Parabéns pelo conteúdo e forma como foi abordado o assunto, isso é raro por aqui, infelizmente. Venho deixar minha contribuição com uma das plataformas que utilizo com os meus alunos na área de desenvolvimento de games, o KODU, uma plataforma criada pela Microsoft para Xbox e estendida para PC, agora está servindo para desenvolver games do mais básico ao avançado e da forma mais simples possível. Estou em fase experimental com alunos do 5º ano e é sensacional o envolvimento das crianças. Recomendo à todos.

  53. LUCILENEMOURA disse:

    OLÁ BOA PROFESSOR LEANDRO BOA DIA.

  54. Bruno disse:

    Prof. João Mattar,

    Vi que está fazendo jogos educacionais para a Escola Games. Gostaria de saber se há mais empresas que fazem jogos educacionais no Brasil e no Mundo.

    Obrigado. Abs!

  55. Jéssica de Luna disse:

    Mestre, estou começando minha monografia sobre games e educação e meu orientador me recomendou iniciar minha leitura pela sua obra. Gostaria de saber onde posso comprá-la/encontrá-la online, uma vez que uso prioritariamente meu computador para meus estudos. Abraço de uma nintendista e futura pedagoga.

  56. Lucy Tavares disse:

    Olá professor,

    Sou professora do Instituto Federal de Goiás, estou terminando uma pós-graduação sobre letramento e o tema do meu trabalho final é o letramento digital. Estou também produzindo um site onde discuto as várias possibilidades, desafios e limitações das tecnologia midiáticas na educação.
    Gostaria de parabenizá-lo pelo seu livro “Games na educação”, simplesmente inspirador.
    Tenho vontade de trabalhar com meus alunos, futuros professores de biologia, com o desenvolvimento de games para o ensino de ciências e biologia, mas confesso que não sei como fazê-lo, o que o senhor me sugere?

    Att, Lucy

  57. Claudio Rainone dos Santos disse:

    Professor,

    Sou seu aluno do curso de Metodologia EaD e fiquei muito impressionado com esse assunto do uso do Game na Educação tanto para as escolas como para as empresas.

    At.
    Cláudio

  58. Solange Aparecida Lopes disse:

    Acredito na EaD, por isso estou fazendo uma Pos. A EaD veio para ficar, mas e muito importante uma boa estrutura e um excelente tutor para orientar e mediar sempre. Pois o aluno se sente muito sozinho e ate imcapaz de realizar todas as atividades. abços

  59. adolorata a di stefano disse:

    Olá Professor, também sou aluna do curso de pós graduação na faculdade Anhanguera, polo de Jacareí – SP, estou gostando muito das aulas e tenho me surpreendido com o as infinitas possibilidades da ead que vocês tem apresentado nas aulas e com seus trabalhos, suas pesquisas, livros! Obrigada! Estou começando a seguir as pistas que vocês estão deixando no caminho para a construção do conhecimento através das tecnologias para a ead. Tantas novidades! Estou apenas iniciando e me sinto um pouco sem rumo, e acredito não estar sozinha! Tem mais alguém perdido por ai????

    • Solange Aparecida Lopes disse:

      Olá, Adolorata. Como iniciante também me sinto perdida muitas vezes. Mas estamos construindo conhecimentos a cada dia e essa disicplina veio para abrir novos horizontes que nem imaginavamos. São muitas novidades mesmo e as ferramentas tecnológicas se renovam muito rápido e nós como futuras tutoras temos que correr para se interagir. abços

      • adolorata a di stefano disse:

        Oi Solange tudo bem? creio que um dos grandes desafios dos tutores é este: a atualização na tecnologias pois a cada dia surgem novidades tecnológicas e os tutores tem que estar “antenados” e atualizado sempre! abraços!

  60. Jussara disse:

    Boa tarde, professor!

    Sou tutora presencial da Faculdade
    Anhanguera – polo Matão SP. E também aluna da pós graduação em Metodologia e
    Gestão em Educação à Distância.
    Parabéns pelo artigo, pois a utilização de games para o ensino tem se tornado cada vez mais popular. Vários estudos já comprovaram que a utilização destes permite obter melhorias significativas nos resultados de aprendizagem.
    Um abraço!

  61. Mariana Cassini Gomes disse:

    Prof. Mattar estou encantada com o seu blog, seus materiais são fantásticos! Obrigada por contribuir com nossos estudos! Sou aluna do curso de pós-graduação em Metodologia e Gestão em EAD – Jundiaí/SP.

  62. Mariana Cassini Gomes disse:

    Olá Prof. Mattar, estou encantada com seu blog! O material é fantástico! Sou Tutora Presencial no polo de Itatiba/SP e aluna do curso de pós-graduação em Metodologia e Gestão em EAD – Jundiaí/SP
    Obrigada pela contribuição em nosso aprendizado.
    Abraços

  63. Marieta Barboza Pereira disse:

    Profº João Mattar,
    Minha primeira experiência com EAD, estou desenvolvendo habilidades e conhecimentos sobre EAD que realmente desconhecia. Através dos vídeos posso entender os sentimentos de meus filhos pelos Games, até eu gostaria de ter uma aula mais interativa. Nós faremos essa diferença na educação.
    Obrigada por suas excelentes aulas e as dicas especialmente quando nos indica as melhores literatura que contribuirão para o nosso aprendizado.
    O que fazer quando temos tantas coisas para ler e pouco tempo disponível para isso?

  64. Eduardo Alves Ribeiro disse:

    Estou muito entusiasmado com o seu blog, seus materiais são fantásticos! Está sendo muito importante para meus estudos! Estou Cursando pós-graduação em Metodologia e Gestão em EAD – Jundiaí/SP.

  65. Vanessa de Jesus Alves disse:

    Prof. João Mattar, Boa tarde.

    Gostei muito do seu blog, cada post traz informações enriquecedoras. Estou apaixonada pelo EAD e tenho pesquisado bastante sobre essa modalidade de ensino para aprender e compartilhar vivências e experiências dos que estão a bastante tempo nessa modalidade de ensino.
    Este tema é muito interessante. Quando ingressei na faculdade de administração, tive a oportunidade de participar dos jogos empresariais patrocinados pelo SEBRAE, na época, isso em 2000, parecia simplesmente uma brincadeira e muitos não acreditavam na eficiência dos jogos para aprendizagem e construir o conhecimento.
    Hoje atuando na educação a distância como tutora em cursos de tecnologia e graduação e aluna de pós-graduação, consigo entender e aproveitar todas as oportunidades de aprendizagem que geram conhecimento.
    Porque não é uma simples brincadeira, mas uma atividade divertida para gerar conhecimento, onde o aluno usa o que está aprendendo de forma prática, ousando muito mais, testando o que cada decisão tomada pode gerar de consequência.
    Importante estar aberto as novidades e querer aprender, estamos em um novo cenário onde a educação passa por mudanças radicais para atender necessidades da nova geração que vem chegando e não querem ficar presos a uma carteira apenas ouvindo seu mestre.
    Parabéns e obrigada por contribuir com minha formação.
    Abraços.

  66. Claudio Rainone dos Santos disse:

    Boa tarde professor,

    O MEC não deveria incentivar mais as faculdades federais perincipalmente a UAB a desenvolver mais esse programa de games aplicados no EAD.

    Abraço,

    Cláudio

  67. Solange Aparecida Lopes disse:

    Olá, profº sou aluna do curso de pós e estou realizando uma atividade que tenho que acompanhar dois blogs ativos e criar um “htpp:solangeead.blogspot.com.br. Se possível visite o meu blog. Pois o seu tem contribuido muito para o aprendizado dos “futuros tutores”. Obrigada

  68. PAULA DIAS disse:

    Olá Profº Mattar!

    Sou tutora presencial e faço pós em Metodologias para EAD na Anhanguera de Bauru/SP. Acho muito interessante e motivador o uso de games na educação, não só para os cursos EAD, mas também para os cursos presenciais. Meus alunos estão tendo a disciplina de Jogos de Empresas, o Professor acredita que essa disciplina se torna muito mais interessante com games do que com dinâmicas e brincadeiras (fora do ambiente virtual) nas salas de aulas?

  69. Juliana Diniz Silvestre disse:

    Sou tutora presencial da faculdade Anhanguera e professora de educação infantil e posso dizer que os jogos são sim importantes na educação tanto infantil como no ensino superior

  70. mirela disse:

    Bom dia Prof ,gosto muito de ler pela internet mas devo confessar que no começo tinha encontrado dificuldade de navegar em seu blog ,talvez seja pela pouca experiencia em utilizar certas ferramentas ,mas agora fazendo essa pós graduação em metodologia percebi que depende de mim desvendar este mundo de conhecimento que esta ao meu redor.Quando fiz a pedagogia tive aulas virtuais e todo mundo reclamava que não conseguiam faze-la daí eu disse para mim mesma não é possível não conseguir ,mas foi então que eu descobri que não conseguiam porque não tentavam e não liam os textos queriam apenas macetar as aulas e foi aí que me lembrei que deveria utilizar o mesmo meio e foi então que percebi que cada blog tem uma maneira diferente de postar os artigos e que eu estava seguindo outro blog e o seu era muito diferente ,pois não fala apenas sobre educação a distancia.
    Mas agora estou gostando muito deste blog e descobri muitos livros de sua publicação que irão me ajudar ainda mais conhecer a fundo a educaçãio a distancia

  71. carla grimaldi franco disse:

    Boa tarde, prof. João!!!

    Sou tutora presencial do curso a distância e também trabalho com crianças e acredito ser um dos caminhos os games na educação. Hoje em dia são os nossos maiores concorrentes. Precisamos atrair mais os nossos alunos com aulas criativas e você nos trouxe dicas para melhorá-las.
    Agradeço as sugestões dos livros.
    Um abraço,
    Profa. Carla

  72. Sou Prof.ª Tutora Presencial/Distância e também estudando Pós em Metodologia para EaD na Anhanguera de São Paulo.
    Gostaria antes de mais nada parabeniza-lo pelo excelente Blog. Espero que no futuro existam vários Blogs discutindo a Educação, pois ainda há poucas informações atualizadas para que possamos acompanhar.
    Minha pergunta é referente ao game especificamente ao invés do livro.
    Sabemos que hoje a EaD está ainda muito focada ao ensino superior e maiores de 18 anos e que existe uma heterogeneidade social, econômica no EaD. Poderia dar mais detalhes sobre este trabalho? Para qual público estudantil especificamente atingirá com jogos ? Para qual faixa etária? Qual o perfil dos jogadores?
    Grande abraço,

    Prof.ª Myriam C. Perrella

  73. ELAINE CAVALINI disse:

    Adoraria ter um jogo como DETETIVE pata ensinar nas aulas do curso técnico em serviços jurídicos, será que existe?

  74. Pingback: A utilização dos Jogos na Educação | Notícias - BlueFive

  75. Catiana Ferraz disse:

    Acredito muito na utilização das ferramentas tecnológicas para fazer toda a diferença na sala de aula. Acredito que esse livro só vem acrescentar o trabalho do professor já que as TICs se fazem tão presentes nos tempos atuais!

  76. Austonio Queiroz dos Santos disse:

    Olá professor João Mattar.
    Já possuo seu livro e está sendo muito útil para 0 mestrado que iniciei esse mês envolvendo justamente games e educação.
    Se for possível, gostaria que o senhor me sugerisse autores que trabalham especificamente sobre games e alfabetização. Já rebusquei na web e em livrarias e está muito difícil encontrar livros nessa temática.
    Desde já agradeço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>